Home / Tag Archives: cordeiro

Tag Archives: cordeiro

Feed Subscription

Nick Cordero segue internado e médicos orientam esposa a se despedir

Nick Cordero segue internado e médicos orientam esposa a se despedir

O astro da Broadway foi diagnosticado com o novo coronavírus; esposa ainda tem esperanças O ator canadense Nick Cordero , de 41 anos, está internado em estado grave por causa do novo coronavírus . Apesar de ser aconselhada pelos médicos a se despedir do marido, Amanda Kloots disse que ainda tem esperanças na recuperação do astro da Broadway . “Algumas vezes me disseram que ele não resistiria”, desabafou Amanda em seu Instagram. “Me disseram para me despedir dele. Me falaram que a recuperação dele seria um milagre. Mas eu tenho fé. Às vezes é difícil manter a fé, mas ela é tudo o que você tem”, completou a dançarina. Ver essa foto no Instagram I’ve been told a couple times that he won’t make it. I’ve been told to say goodbye. I’ve been told it would take a miracle. Well, I have faith. Faith that is small as a mustard seed sometimes, but that is all you need sometimes. He’s still here and despite his odds gets slightly, slightly better every day. Where there is faith, there is hope. Where there is hope, there can be a miracle! Like my dad has said since day one, every day he’s still with us is a miracle. I believe God is with us, with the doctors and with Nick. Uma publicação compartilhada por AK! (@amandakloots) em 3 de Jun, 2020 às 8:13 PDT O ator começou a apresentar os sintomas da Covid-19 no mês passado, quando teve que ser internado em uma UTI e entubado. No início de maio, ele acordou após semanas em coma induzido no Centro Médico Cedars-Sinai, em Los Angeles, o que encheu a todos de otimismo. Mas, logo depois, o quadro dele começou a piorar de novo. Nick Cordero já sofreu consequências séria por causa do novo coronavírus. Em abril, a perna direita do ator foi amputada por causa de coágulos sanguíneos. Além disso, ele também sofreu um choque séptico, dois pequenos derrames, tem de usar um marca-passo temporário em seu coração e fazer hemodiálise diariamente. Mas Amanda Kloots , que tem um filho de um ano com Cordeiro, não perde as esperanças: “Ele ainda está aqui e onde há fé, há esperança. Milagres acontecem! Como meu pai disse desde o primeiro dia, todos os dias ele ainda está conosco é um milagre. Acredito que Deus está conosco, com os médicos e com Nick”.

Read More »

Estresse pode provocar queda de cabelo, quebra, frizz e mais; veja como evitar

Estresse pode provocar queda de cabelo, quebra, frizz e mais; veja como evitar

Em momentos de estresse, os fios podem receber menos nutrientes e sofrer com alterações hormonais O momento atual, da pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2), é estressante para muita gente. Toda essa tensão pode afetar os cabelos, deixando-os sem vida, mais oleosos e com frizz. O estresse também por provocar a queda de cabelo e deixar os fios mais quebradiços. Como explica a dermatologista Natasha Crepaldi, de Cuiabá, o estresse provoca a liberação de mediadores químicos, como a adrenalina , que nos faz reagir com mais eficiência em situações de perigo. Isso tem seu lado positivo, mas também traz desvantagens, como a vasoconstrição. “Cabelo por ser uma das partes do corpo com maior índice de reprodução, é um dos primeiros a serem poupados”, diz a médica. Alberto Cordeiro, dermatologista especialista em cosmiatria, laser e tricologia, completa: “Com isso [a vasoconstrição], a chegada de nutrientes e hormônios ao bulbo capilar, que é a estrutura responsável pelo nascimento dos fios, é prejudicada”. Resultado disso? Tanto queda de cabelo quanto fios mais quebradiços e com frizz porque estão recebendo menos nutrientes nesse momento. Outro hormônio que pode trazer prejuízos ao cabelo é o cortisol , diretamente ligado ao estresse. “Ele encurta a fase de crescimento capilar e promove a queda”, fala Alberto. É uma queda cíclica, chamada de eflúvios telógenos, causada pelo estresse. Natasha também cita o cortisol como um vilão nesse momento: “É um hormônio catabólico que faz com que a síntese proteica seja reduzida, com isso menos nutrientes chegam aos fios também”. Dessa forma, voltamos ao problema já citado, da falta de nutrientes . Ana Carina Junqueira, médica especializada em tricologia clínica e pesquisa, ainda lembra que todo esse processo de queda capilar resulta em novos fios debilitados e também mais propensos a quebra e outros problemas, como o frizz . “O cabelo mais novo, pós queda, é sem dúvida mais fraco. O nosso couro cabeludo produz novos fios, quando esse cabelo se recompõe e cresce simultaneamente em grande quantidade, o folículo piloso recebe menos nutriente e não é capaz de se desenvolver com a mesma força e qualidade de um fio saudável”, explica Ana Carina. “Dessa forma, não contém tanta siliconação, ganhando um aspecto enrijecido, se quebrando com facilidade e causando frizz”, completa a dermatologista. Cabelo mais oleoso? Também pode ser culpa do estresse O cortisol, de acordo com Natasha, também pode deixar os fios mais oleosos. Ele, junto com uma cascata de hormônio, aumenta a produção de sebo. Com isso, os cabelos ficam mais oleosos e também mais propensos a coceira. Tal coceira, a dermatite seborréica, “também aumenta em até 20% a chance de um fio cair”, diz a especialista. Como evitar e cuidar dos efeitos do estresse nos cabelos? Alberto é categórico: “De uma forma geral, quando a queda é causada pelo estresse, não adianta fazer tratamentos apenas para o couro cabeludo ou para a fibra capilar. A indicação médica é procurar também uma terapia, meditação, relaxamento, diminuindo assim o nível de estresse”. As outras dermatologistas consultadas seguem dicas parecidas. “Primeiramente é essencial se blindar do estresse emocional, valorizando uma rotina de autocuidado e mantendo o equilíbrio corpo e mente “, diz Ana Carina. “A sugestão de fazer uma rotina em casa , com horário para acordar, alimentação adequada em qualidade e quantidade, exercícios físicos, sono, desligar de noticiários ruins e agir somente no que está ao nosso alcance e podemos controlar. Isso ajuda muito a mudar o mindset e reduzir a reação de luta e fuga instalada no organismo”, comenta Natasha. Elas também dão dicas práticas de cuidados com os fios. “Devemos procurar manter o cronograma de lavagens de acordo com as características do couro, não o deixando ficar muito oleoso, com coceira”, ressalta Natasha. A dermatologista ainda afirma que usar shampoo é o suficiente nesse momento para manter a saúde dos fios e livrá-los de vírus. “Surgiram rumores de que era preciso lavar com sabonete ou sabão para eliminar a possível contaminação pelo coronavirus ao sair de casa. Isso não é verdade, o shampoo eliminaria”. Segundo a médica, atenção recobrada aos fios coloridos ou com química. Nesse caso, ela diz que é fundamental, mesmo em casa, respeitar o calendário de hidratação, nutrição e reconstrução para recuperação dos fios. Já Ana Carina dá ensina uma receita bem simples para cuidar dos fios: “Uma ótima dica é adicionar em seu condicionador duas colheres de sopa de mel e azeite, transformando-o em uma máscara capilar. Usar essa máscara duas vezes na semana já é o suficiente para hidratar os fios”. Mais uma atitude simples para evitar a queda de cabelo e a quebra dos fios é evitar as amarrações. Natasha lembra que cabelo sempre preso favorece o aparecimento da dermatite seborréica. Além disso, a tração de um rabo ou uma trança aumenta a chance da raiz enfraquecer e o fio cair.

Read More »
Scroll To Top